Conta de energia mais cara? A seca histórica irá deixar mais cara a sua conta de energia

Publicado por mabin em

Conta de energia mais cara? Alerta de emergência hídrica emitido no mês de Maio deixará sua conta de energia mais alta no próximos meses.
Conta de energia mais cara? Alerta de emergência hídrica emitido no mês de Maio deixará sua conta de energia mais alta no próximos meses. Renovi inversor, inversor renovigi, canadian, módulos canadian seja como for sem dúvida sob o mesmo ponto de vista talvez provavelmente tanto quanto uma vez que visto que mabin mabin soluções ma bin mabin solar mabin fotovoltaico sustentável meio ambiente energia do sol aquecedor solar engie blue sol renovigi soliens esenergy naturgy solar prime repensa usina solar minigeração microgeração aneel subestação energia gratuita economia 95% investimento vida útil acumula créditos analisamos sua conta estudo de viabilidade elaboração de projetos elétricos mão de obra homologação concessionária instalação star-up monitoramento  seja como for sem dúvida sob o mesmo ponto de vista talvez provavelmente tanto quanto uma vez que visto que

Conta de energia mais cara? Alerta de emergência hídrica emitido no mês de Maio deixará sua conta de energia mais alta no próximos meses.

O mercado está em constante crescimento e evolução, às vezes pode ser difícil encontrar uma empresa confiável. E quando você pesquisa os serviços de uma empresa que fornece projetos de energia fotovoltaica, deve levar em consideração vários aspectos – experiência, qualidade, preços, entrega do contratado e opiniões de pessoas que já conhecem o produto. Mabin Projetos seja como for sem dúvida sob o mesmo ponto de vista talvez provavelmente tanto quanto uma vez que visto que eficiência mabin energia mabin soluções ma bin mabin solar mabin fotovoltaico sustentável meio ambiente energia do sol aquecedor solar engie blue sol renovigi soliens esenergy naturgy solar aldo solar usisol clamper repensa blue sol ecori.

Conta de energia mais cara? Alerta de emergência hídrica emitido no mês de Maio deixará sua conta de energia mais alta no próximos meses.

Mabin Energia Solar fotovoltaica Equipe com 07 anos de experiência e mais de 100 projetos realizados – Mabin projetos finalmente agora atualmente isto é já que logo após outrossim

Conta de energia mais cara? Alerta de emergência hídrica emitido no mês de Maio deixará sua conta de energia mais alta no próximos meses.

ANALISAMOS A SUA CONTA Em primeiro lugar, nós analisamos a sua conta de energia, para identificar o seu consumo e sua necessidade. Assim dimensionamos o tamanho do sistema ideal para você. Energia solar é barata? Gerar sua própria energia está entre os melhores investimentos do mercado na atualidade, supera qualquer renda fixa facilmente. Mabin Projetos acaso se bem que seja como for por outro lado posto que salvo semelhantemente similarmente ESTUDO DE VIABILIDADE FINANCEIRA Realizamos um estudo para viabilidade financeira, buscando o equilíbrio ideal. Onde o seu sistema fotovoltaico lhe fornecerá o retorno sobre investimento (ROI) o mais breve possível. Mabin Projetos Contato Sobre

mas outrossim pois porquanto porque portanto sobretudo surpreendentemente todavia por exemplo posto que acaso se bem que seja como for por outro lado posto que

Alerta de emergência hídrica emitido no mês de Maio/2021 é preocupante sobre a falta de chuvas no Centro-Sul do país, o que deixará sua conta de energia mais alta nos próximos meses.

Falta de chuva e seca histórica

O Sistema Nacional de Meteorologia (SNM) emitiu na sexta-feira dia 28 de Maio um alerta de emergência hídrica entre junho e setembro de 2021 para cinco Estados — Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná.

A falta de chuvas é considerada crítica na região da bacia do rio Paraná, que concentra importantes usinas hidrelétricas, como Jupiá, Ilha Solteira, Porto Primavera e Itaipu.

O comunicado se soma a uma sequência de notícias que expõem uma das piores secas que o país já enfrentou, concentrada na região Centro-Sul.

Dados divulgados em abril pelo Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) apontaram que, entre setembro de 2020 e março deste ano, as hidrelétricas do país receberam o menor volume de chuvas em 91 anos.

A situação piorou em abril, conforme o Índice Integrado de Seca (IIS) do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), com intensificação da seca em relação a março.

Sistema Nacional de Meteorologia – SNM

A área mais afetada no período estava localizada entre São Paulo, Mato Grosso do Sul, sul de Goiás e oeste de Minas Gerais. Nessa região, 248 municípios estavam em condições consideradas de seca extrema, uma categoria anterior ao pior da escala de cinco níveis, a seca excepcional.

Sua conta de luz mais cara

O impacto mais direto desse quadro é no preço da energia elétrica.

Com a menor oferta de energia a partir das hidrelétricas, o país precisa acionar usinas térmicas, cuja produção é muito mais cara — e mais poluente.

Carla Argenta, economista-chefe da CM Capital Markets

O Sudeste, onde a situação dos reservatórios é pior, responde por cerca de 70% da produção de energia hidrelétrica do país

Nas contas de luz enviadas aos consumidores neste mês já aparece o acréscimo da bandeira vermelha patamar 1 acionada no início de maio pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A perspectiva para os próximos meses não é de melhora — a cobrança pode ser ainda mais alta, caso a Aneel considere ser necessário adotar a bandeira vermelha patamar 2, a mais cara entre as quatro consideradas pela agência.

Dadas as características dos reservatórios do Sudeste, é difícil que haja melhora no curto prazo.

A depender do regime de chuvas nos próximos meses, acrescenta Argenta, o quadro pode demandar “políticas governamentais específicas para contornar a situação”.

“Um racionamento não está descartado”, diz ela, emendando que uma medida como essa, contudo, geralmente está no fim da fila das opções avaliadas pelos gestores públicos por conta de seu elevado ônus político.

A lembrança da última vez que o país usou esse expediente segue viva na memória de muitos brasileiros. Em 2001, no penúltimo ano do governo Fernando Henrique Cardoso, o país sofreu uma série de apagões e teve de passar por um penoso racionamento.

Segundo o jornal Valor Econômico, que ouviu fontes do governo após reunião desta quinta (27/05) do Conselho de Monitoramento do Setor Elétrico, considera-se a necessidade de criar um “comitê de crise” para pensar estratégias que possam afastar o risco de apagão. Nesse sentido, o governo trabalharia por ora com todos os cenários, inclusive o de racionamento.

Energia solar se torna alternativa ideal para o alto custo de energia elétrica

Não é de hoje que a energia solar é um dos melhores investimentos da atualidade e todos já sabem disso. Porém é importante frisar, que os aumentos constantes na conta de energia elétrica estão se tornando cada dia mais comuns por diversos fatores.

  • Crise sanitária e financeira mundial
  • Política brasileira
  • Crise hídrica e estrutural das companhias elétricas

Poderíamos até elencar outros diversos fatores, para provar que o aumento constante da energia elétrica será algo permanente e de certa forma insustentável para milhões de famílias brasileiras, que chegarão ao ponto de não ter condições financeiras de arcar com o custo do kW (Quilowatt) e distribuição da energia elétrica, até sua residência, comércio, industrial ou zona rural.

A única alternativa viável para o mundo de energia renovável e de custo baixo atualmente é a energia solar e a energia eólica, sendo a energia solar a mais viável, pois atende qualquer nível de consumidor, desde o consumidor que gasta R$300,00 de energia elétrica por mês, até o consumidor que gasta milhares de reais, o mais importante é que o benefício e eficiência é o mesmo para qualquer cenário do menor ao maior projeto instalado.

Qual era o preço que pagava na conta de energia e qual é o valor que está pagando agora?

Apenas faça uma análise rápida. Procure suas contas de energia de 05 ou 10 anos atrás e verifique qual era o valor do kW (Quilowatt) cobrado em sua conta e depois olhe a sua conta de energia atual e veja qual o valor cobrado em suas contas mensais nos dias de hoje.

SIM! Eu sei que você assustou e descobriu que pagava em torno de R$0,20 a R$0,30 anteriormente e hoje em dia esse valor chega bem próximo de R$1,00 dependendo da região que você está. Um aumento de quase 400% nos últimos anos.

E acredite, esse susto é apenas o começo! Agora pense qual será o valor da tarifa nos próximos 05 ou 10 anos, com todas as crises que estamos passando e dificuldades financeiras dos estados, pensou?

Nesse cenário você terá apenas as seguintes opções para seguir vivendo tranquilamente, ou ficará milionário para arcar com os custos da energia elétrica e seu conforto (E convenhamos que com a evolução da tecnologia, o ser humano irá precisar infinitamente de mais eletricidade para viver) ou, ser um produtor de sua própria energia elétrica através da energia fotovoltaica ou eólica. Caso contrário, sentimos muito em lhe dizer! Você ficará sem energia elétrica.

Energia solar é a solução ideal para economizar

Economia na conta de luz

A energia solar tem a capacidade de abastecer todos os equipamentos que necessitam de energia elétrica em uma casa: eletrodomésticos, chuveiros, lâmpadas, entre outros. Dessa forma, promove uma economia de até 95% na conta de luz do consumidor. O morador tem ainda a possibilidade de diminuir o valor da conta de outro imóvel da mesma titularidade por meio dos créditos energéticos, desde que atendidos pela mesma concessionária distribuidora.

1 – Retorno de investimento

A partir do momento em que o sistema de energia solar começa a funcionar, o consumidor passa a obter um retorno do dinheiro gasto com a economia na conta de luz. Esse é o chamado payback, quando o investimento no sistema se paga, o que leva, em média, de 3 a 4 anos para ocorrer. Considerando o tempo de duração do sistema fotovoltaico, é um retorno muito rápido. Mas a tendência é que o retorno seja ainda mais rápido, em função dos reajustes constantes na conta de luz.

2 – Durabilidade do sistema

Os painéis solares têm durabilidade de no mínimo 30 anos e precisam de pouca ou nenhuma manutenção, o que garante a proteção contra as mudanças nas bandeiras tarifárias e a inflação que recai sobre a energia, como mencionado acima, se o payback é de 3 a 4 anos, você tem em torno de 25 anos de lucro sobre o investimento.

3 – Pouca manutenção

Os sistemas fotovoltaicos necessitam de pouca manutenção. A limpeza que os módulos podem precisar ao longo do ano, para tirar poeira, excrementos de pássaros, etc., não precisa ser frequente, visto que eles possuem uma película antiaderente que previne o acúmulo de sujeiras. Caso a água da chuva não seja suficiente para a limpeza das placas, a limpeza pode ser feita apenas com água, uma vassoura com cerdas macias e um pano limpo.

A manutenção elétrica do sistema pode ser feita apenas de seis em seis meses.

Preço de implantação totalmente acessível

O preço de um sistema fotovoltaico residencial, comercial ou industrial pode variar de acordo com o tamanho do projeto e modelo dos equipamentos utilizados. Entretanto, hoje, existem no país dezenas de linhas de financiamento que facilitam a aquisição dessa tecnologia para os consumidores, sejam pessoas físicas ou jurídicas.

Em sua maioria, os projetos financiados ficam com a parcela igual ou muito próxima do que o consumidor paga em sua conta de luz mensalmente, ou seja, você irá deixar de pagar a conta de energia e pagar o financiamento do seu equipamento. Qual o benefício dessa troca? Simples, se você continuar pagando a conta de energia para a concessionária, você irá pagar pelo resto da sua vida essa conta e todos os aumentos da tarifa de energia, já com o sistema solar instalado, você irá pagar o financiamento por 3, 4, 5 anos (Conforme sua escolha) e depois essa conta irá desaparecer, além de não ficar refém dos aumentos das tarifas.

Para calcular o seu projeto, tirar dúvidas sobre eficiência dos equipamentos e instalação do sistema é necessário contar com o auxílio de uma empresa especializada no assunto e com boas referências. A MABIN, que por sua vez é referência em qualidade e eficiência na geração de energia fotovoltaica, atua em projetos de pequeno e grande porte e oferece assistência e garantia de qualidade na tecnologia empregada nos projetos.

Conheça alguns projetos da MABIN Energia solar.

Você ainda não tem seu sistema fotovoltaico instalado? Entre em contato conosco, ficaremos muito felizes em tirar todas as suas dúvidas, realizar um estudo gratuito e dimensionar o projeto IDEAL para suprir todas as suas necessidade.

FONTE: G1 – Economia

MABIN – Especialistas em Energia Solar

Inscreva-se e receba nossos conteúdos


0 comentário

Deixe uma resposta